Notícia

Mulher e Direitos Humanos

Secretaria da Mulher e dos Direitos Humanos do Estado de Alagoas
Segunda, 11 Março 2019 11:37
DIA DA MULHER

Semudh homenageia servidoras pelo Dia Internacional da Mulher

Programação contou com café da manhã, brindes, terapia e discursos pelo empoderamento feminino

Servidoras foram homenageadas na sala de convivência da Semudh Servidoras foram homenageadas na sala de convivência da Semudh Tanino Silva
Texto de Bruno Levy

A Secretaria de Estado da Mulher e dos Direitos Humanos (Semudh) realizou nesta sexta-feira (08) uma programação especial para as servidoras e colaboradoras da Semudh, do Centro Especializado de Atendimento à Mulher (CEAM) e da Casa dos Conselhos em homenagem ao Dia Internacional da Mulher.

Todas foram presenteadas com um café da manhã e brindes que traziam mensagens de mulheres as quais deixaram marcas na história em favor do empoderamento feminino. Além disso, fotografias das colaboradoras foram espalhadas pelas paredes do prédio da Semudh, como também cartazes em favor da liberdade de escolhas da mulher.

“Seja por meio dos estudos, por informações de terceiros ou pela secretaria, a mulher deve sempre se atualizar de suas garantias fundamentais, pois são nos momentos de dificuldade que mais precisamos delas”, disse a secretária da Semudh, Maria Silva. “Essa é uma obrigação de todas nós. A Semudh tem como missão a proteção dessas mulheres que estejam em situação de vulnerabilidade ao garantir esses direitos que estão previstos na constituição”, reforçou a superintendente de Políticas para a Mulher, Dilma Pinheiro.

A programação ainda conta com sessões de cuidados às mulheres com o Reiki, uma terapia japonesa capaz de revitalizar o corpo, podendo aliviar dor crônica, ansiedade e insônia.

IMG 1950

Mês da mulher

Durante o mês de março, a Semudh vai intensificar as ações em prol da proteção dos direitos da população feminina e do combate à violência contra a mulher. Para a Major Danielli, comandante da Patrulha Maria da Penha, este é um passo fundamental para a diminuição de crimes como este.

“As mulheres estão cada vez mais denunciando os casos de violência. Isso demonstra a coragem e a força que elas têm em não aceitar mais este tipo de situação. Tudo isso ocorre graças ao nosso trabalho enquanto Patrulha e secretaria quando disseminamos a informação dos direitos da mulher em Alagoas”, explicou Danielli.

A comandante da Patrulha Maria da Penha Major Danielli também foi homenageada

“Cabe a nós, enquanto Semudh, fazer pulsar a vida e ir além do trabalho administrativo e burocrático o qual apenas recebemos a pessoa, preenchemos um formulário e deixamos ir embora. Tem que haver um acompanhamento e um amparo para quem sofre a violência para que isso não se repita mais”, concluiu o superintendente de Políticas de Direitos para a Pessoa com Deficiência, Gino César Menezes.